Livro Put Some Farofa – leia ainda hoje

você ja leu o livro Put Some Farofa

Don’t repair the mess. The house is yours. I make question. Pardon anything. Go with god. Come back always. Publicada em Julho de 2014, a crônica que dá título a este volume, que cria uma conversa imaginária de um brasileiro com um gringo visitando o Brasil durante a copa, rapidamente se tornou um viral de internet, até ser comentada em artigo do Washington Post.

Livro Put Some Farofa - leia ainda hoje
Livro Put Some Farofa – leia ainda hoje

Trata-se de uma amostra da verve humorística — embebida de zeitgeist, crítica ferina e muito afeto — de Gregorio Duvivier, um dos autores mais promissores do Brasil na atualidade. Reunindo o melhor de sua produção ficcional, Put some farofa traz textos publicados na Folha de S.Paulo e esquetes escritos para o canal Porta dos Fundos, além de alguns inéditos.

Se Gregorio traz o raro dom da multiplicidade, tendo se destacado no cenário cultural brasileiro ao mesmo tempo como ator, roteirista, comediante, cronista e poeta, também múltiplo é este volume, que transita entre ficções, memórias de infância, ensaios sobre artistas que o influenciaram, artigos panfletários, exercícios de linguagem e outras experimentações. Os textos vão da pauta que está sendo debatida naquele dia no jornal ao completo nonsense; do amor ao ódio, do íntimo ao universal.

No conjunto, o que espanta no autor é o frescor, a coragem, a visão transformadora e, sobretudo, a capacidade inesgotável de se renovar a cada semana, contando sempre com a inteligência e a sensibilidade do leitor.

saiba mais sobre o autor

Filho da cantora Olivia Byington e do músico Edgar Duvivier, Gregório Byington Duvivier é formado em Letras na PUC-Rio desde 2008. Começou a atuar aos 9, no curso de teatro Tablado e, na adolescência, fumou um baseado e experimentou a verdadeira face da lei e da justiça, quando foi pego usando entorpecentes por alguns PMs. Menino tímido e antissocial, o teatro foi a saída encontrada pelos pais para desinibir o filho. Tem 10 anos de Tablado, distribuídos entre Aracy Mourthé, Cacá Mourthé, Ricardo Kosovski e Bernardo Jablonski. E 2 anos com Ateliê de Atores de 2005.

Atualmente na Casa de Cultura Laura Alvim, turma de atores, com Daniel Herz. Um ano antes de entrar na faculdade, aos 17 anos, formou o grupo que faria a peça Z.É., Zenas Emprovisadas, com seis anos em cartaz e em turnês pelo país. O ator já aventurou-se pela literatura. Bem aceito pela crítica, seu livro de poesias, A partir de amanhã eu juro que a vida vai ser agora (7 Letras, 2008), foi elogiado por mestres como Millôr Fernandes e Ferreira Gullar.

O lado lúdico, de brincar com as palavras é o que mais atrai Gregório na poesia. Ele começou a escrever aos 10 anos, mas foi na faculdade de Letras na PUC que escreveu as poesias publicadas. Namora com Clarice Falcão, filha da escritora Adriana Falcão e do diretor João Falcão e também trabalha com a amada no canal do YouTube Porta dos Fundos.

PESO 0.26 Kg
EDITORA Companhia Das Letras
I.S.B.N. 9788535925067
ALTURA 21.00 cm
LARGURA 14.00 cm
PROFUNDIDADE 1.20 cm
NÚMERO DE PÁGINAS 208
IDIOMA Português
ACABAMENTO Brochura
CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA Livre para todos os públicos
CÓD. BARRAS 9788535925067
NÚMERO DA EDIÇÃO 1
ANO DA EDIÇÃO 2014
AUTOR Gregorio Duvivier

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *