Livro De Olho Em Lampião – Violência e Esperteza

você já leu o livro Livro De Olho Em Lampião – Violência e Esperteza

A vida de Lampião (1897-1938) não se resume a seu extenso prontuário de crimes violentos. O maior cangaceiro de todos os tempos viveu entre cantigas e massacres, riquezas e provações, poder e paixão, e a despeito de sua crueldade tornou-se uma espécie de mártir dos oprimidos, além de uma das figuras capitais do imaginário popular brasileiro.

Livro De Olho Em Lampião - Violência e Esperteza
Livro De Olho Em Lampião – Violência e Esperteza

Provável autor da cantiga “Mulher rendeira”, espécie de hino do bando durante a invasão das cidades sertanejas, Lampião adquiriu sua alcunha devido ao fogo certeiro de sua habilidade no manejo do rifle e da pistola. Na década de 1920, estabelecida na margem esquerda do São Francisco, nos áridos sertões de Pernambuco, da Paraíba e do Ceará, sua reputação como justiceiro do sertão não demorou a espalhar-se pela margem direita e daí para as capitais do sul do país.

A trilha de terror espalhada por seu bando em todo o sertão nordestino paradoxalmente rendeu-lhe a fama de bandido amigo dos pobres, misto de Robin Hood e Antônio Conselheiro que na realidade atuava como um verdadeiro coronel.

Pesquisadora titular da Fundação Casa de Rui Barbosa, no Rio de Janeiro, Isabel Lustosa traça um panorama da vida e do tempo de Lampião por meio de uma ampla documentação bibliográfica e iconográfica. A violência de um cotidiano marcado pela exploração e pela miséria é o ponto de partida de sua investigação sobre a personalidade enigmática de Virgulino, dando-lhe acesso privilegiado às origens humanas e sociais do mito.

saiba mais sobre a autora

Isabel Idelzuite Lustosa da Costa (Sobral, 23 de setembro de 1955) é uma historiadora, ensaísta e escritora brasileira, pesquisadora e historiadora daFundação Casa de Rui Barbosa.

Conhecida por seus estudos sobre a história da imprensa no Brasil, Isabel Lustosa é doutora em Ciência Política pelo Iuperj. Trabalhou no Museu da Repúblicae no IPHAN.

  • Histórias de presidentes, a República no Catete. Rio de Janeiro: Agir, 2008 (publicado em 1989 pela editora Vozes) ISBN 978-85-220-0764-6
  • Brasil pelo método confuso: humor e boemia em Mendes Fradique’. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1993.
  • A história dos escravos. São Paulo: Cia das Letrinhas, (1998)
  • “Nássara: o perfeito fazedor de artes”. Rio de Janeiro: Relume Dumará, (1999)
  • Insultos impressos: a guerra dos jornalistas na Independência. São Paulo: Cia das Letras (2000)
  • “Lapa do desterro e do desvario: uma antologia” (org.). Rio de Janeiro: Casa da Palavra, (2001)
  • O nascimento da imprensa brasileira. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor (2003)
  • As trapaças da sorte: ensaios de história política e história cultural Belo Horizonte: EDUFMG, (2004)
  • D. Pedro I: um herói sem nenhum caráter. São Paulo: Companhia das Letras, 2006 ISBN 85-359-0807-2
  • “A História do Brasil explicada aos meus filhos”. Rio de Janeiro: Agir, 2007.
  • Imprensa, história e literatura. (org.) Rio de Janeiro: Fundação Casa de Rui Barbosa, (2008)
PESO 0.15 Kg
EDITORA Claro Enigma
I.S.B.N. 9788561041687
ALTURA 21.00 cm
LARGURA 14.00 cm
PROFUNDIDADE 1.00 cm
IDIOMA Português
ACABAMENTO Brochura
CÓD. BARRAS 9788561041687
NÚMERO DA EDIÇÃO 1
ANO DA EDIÇÃO 2011
AUTOR Lustosa, Isabel

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *