Livro Da Minha Terra À Terra – Pela Primeira Vez, o Maior Fotojornalista do Mundo Conta Sua História

você já leu o livro Da Minha Terra À Terra – Pela Primeira Vez, o Maior Fotojornalista do Mundo Conta Sua História

Pela primeira vez, o maior fotojornalista do mundo conta sua história. As fotos de Sebastião Salgado são famosas no mundo inteiro.

Da Minha Terra À Terra - Pela Primeira Vez, o Maior Fotojornalista do Mundo Conta Sua História
Da Minha Terra À Terra – Pela Primeira Vez, o Maior Fotojornalista do Mundo Conta Sua História

Suas imagens em preto e branco de trabalhadores e refugiados já ganharam inúmeros prêmios e são reconhecidas pela profunda dignidade que despertam no interlocutor. Em 2013, depois de oito anos de reportagens, Salgado expôs pela primeira vez o celebrado Projeto Gênesis, que deu origem ao livro de mesmo nome.

Em uma jornada fotográfica por lugares intocados, onde o homem convive em harmonia com a natureza, o fotógrafo pôde declarar seu amor à Terra, em sua grandeza e fragilidade.

Mas apesar das imagens de Sebastião Salgado já terem dado a volta ao mundo, sua história pessoal, as raízes políticas, éticas e existenciais de seu engajamento fotográfico permaneciam ignoradas. Em Da minha terra à Terra, é seu talento como narrador que surpreende. A autenticidade de um homem que sabe como poucos combinar militância, profissionalismo, talento e generosidade.

saiba mais sobre o autor
Nasceu na vila de Conceição do Capim, viveu sua infância em Expedicionário Alício, graduou-se em Economia pela Universidade Federal do Espírito Santo (1964-1967) e realizou pós-graduação naUniversidade de São Paulo. No mesmo ano, casou-se com a pianista Lélia Deluiz Wanick.

Eles se engajaram no movimento de esquerda contra a ditadura militar e eram amigos de amigos do líder estudantil e revolucionário Carlos Marighella. Depois de emigrar em 1969 para Paris, ele escreveu uma tese em ciências econômicas, enquanto a sua esposa ingressou na École Nationale Supérieure des Beaux-Arts de Paris para estudar arquitetura. Salgado inicialmente trabalhou como secretário para a Organização Internacional do Café (OIC), em Londres. Em suas viagens de trabalho para a África, muitas vezes encomendado conjuntamente pelo Banco Mundial, ele fez sua primeira sessão de fotos com a Leica da sua esposa. Fotografar o inspirou tanto que logo depois ele tornou-se independente em 1973, como fotojornalista e, em seguida, voltou para Paris.

PESO 0.19 Kg
EDITORA Paralela
I.S.B.N. 9788565530569
ALTURA 21.00 cm
LARGURA 14.00 cm
PROFUNDIDADE 1.00 cm
NÚMERO DE PÁGINAS 176
IDIOMA Português
ACABAMENTO Brochura
CÓD. BARRAS 9788565530569
NÚMERO DA EDIÇÃO 1
ANO DA EDIÇÃO 2014
AUTOR Salgado, Sebastiao; Francq, Isabelle

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *