Livro A Teoria das Janelas Quebradas – leia ainda hoje

você já leu o livro  A Teoria das Janelas Quebradas

Livro A Teoria das Janelas Quebradas - leia ainda hoje
Livro A Teoria das Janelas Quebradas – leia ainda hoje

Drauzio Varella conquistou um espaço na literatura brasileira ao dar voz aos presidiários em Estação Carandiru. Mas sua atenção para a condição humana vai muito além do universo fechado de uma penitenciária. A teoria das janelas quebradas traz uma amostra dos interesses do médico oncologista que há muito tempo superou as paredes de seu consultório para penetrar no mundo amplo da cidadania. Para começar, muitas crônicas têm o delicioso tom de conversa de botequim.

Nelas, Drauzio demonstra mais uma vez seu domínio da narrativa curta, criando em traços rápidos uma situação e concluindo de forma imprevisível. São histórias de traições amorosas reveladas por homens simples, que o autor conta sem fazer julgamentos de valor, mas com a graça, a simpatia e a compaixão que costumam caracterizar seus escritos. Como quando um marido diz à mulher, furiosa: ‘Meu amor, não leve a mal, foi um momento de luxúria’. Outras são episódios cômicos da vida de carcereiros e prisioneiros cuja narrativa recupera o linguajar típico deles. Como quando Luizão explica a hostilidade de um funcionário do presídio: ‘Meu jeito humano de ser feria a sensibilidade dele’.

Mas, se o doutor não critica seus personagens, por mais adúlteros ou bandidos que sejam, ele certamente fica indignado com os males causados, por exemplo, pela corrupção em geral e pela indústria do cigarro. Para as mazelas sociais, Drauzio não tem meias palavras. Em vários textos, assume uma postura fortemente crítica, ou busca desmitificar ideias falsas, como a de que o pensamento cura ou provoca doenças, ou que precisamos normalmente de suplementos de vitaminas, ou ainda que a dor purifica. Em outros, procura transmitir informações científicas novas, e o faz na linguagem simples que todo médico deveria utilizar ao falar com seus pacientes. E, de repente, surpreende o leitor ao voltar seu olhar comovido para a inesperada presença de tantos sabiás e outros pássaros numa metrópole como São Paulo. Para o dr. Drauzio Varella, a coisa mais importante é a vida, em todas as suas formas.

saiba mais sobre o autor

Drauzio Varella é médico cancerologista, formado pela USP. Nasceu em São Paulo, em 1943. Foi um dos fundadores do Curso Objetivo, onde lecionou química durante muitos anos.

No início dos anos 1970, trabalhou com o professor Vicente Amato Neto, na área de moléstias infecciosas do Hospital do Servidor Público de São Paulo. Durante 20 anos, dirigiu o serviço de Imunologia do Hospital do Câncer (SP) e, de 1990 a 1992, o serviço de Câncer no Hospital do Ipiranga, na época pertencente ao INAMPS.

Foi um dos pioneiros no tratamento da AIDS, especialmente do sarcoma de Kaposi, no Brasil. Em 1986, sob a orientação do jornalista Fernando Vieira de Melo, iniciou campanhas que visavam ao esclarecimento da população sobre a prevenção à AIDS, primeiro pela rádio Jovem Pan AM e depois pela 89 FM de São Paulo.

Na Rede Globo, participou das séries sobre o corpo humano, primeiros socorros, gravidez, combate ao tabagismo, planejamento familiar, transplantes e diversas outras, exibidas no Fantástico.

Em 1989, iniciou um trabalho de pesquisa sobre a prevalência do vírus HIV na população carcerária da Casa de Detenção do Carandiru. Desse ano, até a desativação do presídio, em setembro de 2002, trabalhou como médico voluntário. Atualmente, faz o mesmo trabalho na Penitenciária Feminina de São Paulo.

Na Amazônia, região do baixo rio Negro, dirige um projeto de bioprospecção de plantas brasileiras com o intuito de obter extratos para testá-los experimentalmente em células tumorais malignas e bactérias resistentes aos antibióticos. Esse projeto, apoiado pela FAPESP, é realizado nos laboratórios da UNIP (Universidade Paulista) em colaboração com o Hospital Sírio-Libanês.

PESO 0.44 Kg
EDITORA Companhia Das Letras
I.S.B.N. 9788535916942
ALTURA 21.00 cm
LARGURA 14.00 cm
PROFUNDIDADE 1.00 cm
IDIOMA Português
CÓD. BARRAS 9788535916942
NÚMERO DA EDIÇÃO 1
ANO DA EDIÇÃO 2010
AUTOR Varella, Drauzio

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *