velho

Livro O Velho e o Mar – leia ainda hoje

Você já leu o livro O Velho e o Mar

Dando início à renovação da identidade visual das obras de Ernest Hemingway, a Bertrand Brasil relança ‘O velho e o mar’, um dos principais livros de sua carreira. Título mais vendido do autor no Brasil, foi agraciado com o Prêmio Pulitzer, em 1954.Depois de anos na profissão, havia 84 dias que o velho pescador Santiago não apanhava um único peixe.

Por isso já diziam se tratar de um salão, ou seja, um azarento da pior espécie. Mas ele possui coragem, acredita em si mesmo, e parte sozinho para alto-mar, munido da certeza de que, desta vez, será bem-sucedido no seu trabalho.Esta é a história de um homem que convive com a solidão, com seus sonhos e pensamentos, sua luta pela sobrevivência e a inabalável confiança na vida.

Com um enredo tenso que prende o leitor na ponta da linha, Hemingway escreveu uma das mais belas obras da literatura contemporânea Uma história dotada de profunda mensagem de fé no homem e em sua capacidade de superar as limitações a que a vida o submete.

saiba mais sobre o autor

Ernest Hemingway (1899-1961) foi um escritor norte-americano. “Por Quem os Sinos Dobram” e “O Velho e o Mar”, são os seus livros de maior destaque. Recebeu o Pêmio Pulitzer com o livro “O Velho e o Mar”, em 1953 e o Nobel de Literatura em 1954.

Ernest Hemingway (1899-1961) nasceu em Oak Park, Illinois, Estados Unidos. Com 17 anos já escrevia para um jornal em Kansas City. Com o início da Primeira Guerra Mundial, entra como voluntário para o exército italiano. Ferido, permaneceu longo tempo hospitalizado. Foi condecorado pelo Governo Italiano. Foi correspondente de guerra em Madri, durante a Guerra Civil Espanhola. Permaneceu na Espanha durante quatro anos.

Foi um dos principais representantes do ciclo literário norte-americano iniciado nos anos 20, o da “geração perdida”. Famoso pelo estilo de vida aventureiro, sua biografia e obra têm como cenários as touradas na Espanha, caçadas submarina em Cuba e safáris na África. Hemingway é fascinado pelo perigo e pela vida selvagem.

Ernest Hemingway levou para a literatura o estilo sintético do jornalismo. Nota-se essa concisão principalmente em obras que refletem sua experiência pessoal. No livro “O Sol se Levanta” relata o cotidiano de um grupo de expatriados boêmios, ingleses e norte-americanos, em Paris e Pamplona, depois da Primeira Guerra Mundial. No romance “Por Quem os Sinos Dobram” relata a história passada na Guerra Civil Espanhola, de um americano que se ligara à causa da legalidade na Espanha.

Ernest Hemingway casou várias vezes, morou durante muitos anos em Cuba, tornando-se amigo de Fidel Castro. Em 1954, ganha o Prêmio Nobel de Literatura. Muito doente suicida-se com um tiro no dia 2 de julho de 1961. Seu corpo foi sepultado no condado de Blaine, Idaho, nos Estados Unidos.

Obras principais: “O Sol Também se Levanta” (1926), “Adeus às Armas” (1929), “As Verdes Montanhas da África” (1935), “Por Quem os Sinos Dobram” (1940), “O Velho e o Mar” (1952). Vários de seus contos e romances foram levados ao cinema.

MARCA BERTRAND BRASIL
I.S.B.N. 9788528617986
ALTURA 23.00 cm
LARGURA 16.00 cm
PROFUNDIDADE 1.80 cm
IDIOMA Português
ACABAMENTO Brochura
PESO 0.150 Kg
TRADUTOR Fernando de Castro Ferro
CÓD. BARRAS 9788528617986

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *